Economize tempo e assuma o controle dos gastos

Mude para gestão de gastos empresariais mais inteligentes hoje mesmo

Links rápidos

Fraudes Financeiras: confira as mais comuns e como evitá-las

André Apollaro

Data de publicação: 06/12/2023

Fraudes Financeiras. confira as mais comuns e como se proteger

Nos dias atuais, em meio a um cenário cada vez mais digital e interconectado, as fraudes financeiras no Brasil tornaram-se uma ameaça constante tanto para indivíduos quanto para empresas.

De forma sorrateira e muitas vezes sofisticada, golpistas estão constantemente desenvolvendo novas estratégias para enganar pessoas despreparadas e roubar suas economias.

Diante desse desafio, devemos estar preparados para identificar os principais esquemas fraudulentos no mundo financeiro e, ainda mais importante, aprender a nos proteger contra essas artimanhas.

Por isso, neste artigo, mergulharemos nas fraudes financeiras mais comuns que rondam o universo econômico, compreendendo seus modos de operação e as técnicas empregadas para realizá-las.

Portanto, continue a leitura e esteja um passo à frente dos golpistas!

O que é fraude financeira?

Fraudes financeiras são práticas enganosas e ilegais que têm como objetivo obter benefícios financeiros de forma desonesta, às custas de outras pessoas ou de organizações.

Esses golpes ocorrem em diferentes contextos e setores do sistema financeiro, como por exemplo:

  • bancos;
  • investimentos;
  • seguros;
  • comércio eletrônico;
  • outros meios de transações monetárias.

Dessa forma, as fraudes financeiras podem ser perpetradas por criminosos individuais, grupos organizados, ou até mesmo, funcionários internos que usam sua posição para obter ganhos ilícitos às custas da empresa.

Ou seja, esses golpes podem variar desde relativamente simples até esquemas complexos e sofisticados.

Quais as principais fraudes financeiras?

Claro que não podemos afirmar que todos os golpes existentes vão estar contemplados neste artigo. Contudo, sabemos que entender os mais comuns é uma boa maneira de se proteger e garantir a segurança dos nossos recursos.

Por isso, compilei as 5 principais fraudes financeiras que acontecem no Brasil, para você ficar atento(a) no dia a dia:

Pirâmide Financeira

Esse golpe, apesar de ser um “clássico”, ainda pode passar batido para algumas pessoas.

O esquema de pirâmides consiste em um golpe fraudulento onde pessoas comuns ou empresas, são recrutadas para investir seu próprio dinheiro em um programa que promete altos retornos financeiros

No entanto, o dinheiro recebido por esses golpistas não é investido para gerar lucros reais, na verdade os “retornos” do investimento são pagos usando o valor recebido de novos participantes.

Desse modo, o objetivo final dos golpistas é embolsar boa parte do seu dinheiro, afinal, essa prática vai criando uma estrutura insustentável que inevitavelmente entra em colapso, deixando os investidores no prejuízo.

Clonagem de Cartão

Como o nome já sugere, nesse tipo de fraude financeira, os criminosos copiam as informações de um cartão de crédito, ou débito, legítimo para então criar um cartão falso e realizar compras fraudulentas em nome da vítima.

Esses casos são bem comuns hoje em dia no Brasil pelo aumento das compras online, por isso uma prática mais segura para indivíduos e empresas é a utilização de cartões virtuais

O cartão virtual evita que os dados reais do cartão sejam compartilhados e possivelmente clonados, reduzindo o risco dessa fraude ocorrer.

Sobretudo, devemos notar que as empresas costumam possuir limites e saldos muito maiores do que pessoas físicas, causando um grande problema financeiro em caso de clonagem. 

Fraude Financeira

Golpes com Criptomoedas

Entre os tipos de fraudes financeiras, esse é relativamente novo, visto que as criptomoedas estão sendo mais utilizadas recentemente, contudo, os golpistas não perdem tempo e tem muita criatividade!

Apesar da segurança das criptomoedas, esses esquemas fraudulentos ocorrem através de:

  • ofertas de investimento em sites falsos ou até criptomoedas falsas;
  • estratégias de phishing com links maliciosos.

Além disso, as criptomoedas podem até mesmo juntar outros tipos de fraudes financeiras como o esquema de pirâmide, prometendo retornos impossivelmente altos em plataformas de negociação de criptoativos.

Phishing

Como mencionamos, no caso dos golpes através de criptomoedas, golpistas podem enviar mensagens de e-mail, SMS ou redes sociais se passando por fontes legítimas.

Eles se apresentam como bancos ou empresas reais, criando sites falsos e toda uma estrutura de autoridade online. 

O golpe em si consiste na tentativa de enganar as pessoas para obter informações pessoais delas ou até mesmo de empresas, obter senhas, números de cartão de crédito ou dados de conta bancária.

Algumas vezes esse golpe é muito sutil fazendo que as vítimas “confirmem informações” que na verdade esses golpistas não possuem ainda.

Fraude do Boleto Falso

Esse tipo de golpe é simples mas pode passar facilmente despercebido pelas suas vítimas, afinal, na correria do dia a dia, esquecemos de checar todas as informações necessárias para uma transação – ainda mais se forem valores que a empresa considera pequenos.

Como o nome sugere, aqui os criminosos geram boletos falsos que se assemelham a pagamentos legítimos, porém as informações de conta bancária são alteradas, direcionando o pagamento para outra conta em vez do destinatário correto.

Como evitar as fraudes financeiras?

A melhor forma de proteção sempre é o estudo e a atenção, mas existem várias outras estratégias que você pode adotar para evitar fraudes financeiras e proteger seus recursos e suas informações bancárias. 

Aqui estão algumas das melhores práticas para manter-se seguro:

Senhas Fortes e Autenticação em Dois Fatores

Esse é o primeiro passo para evitar hackers, clonagens e outras formas de invasão. Portanto utilize sempre senhas fortes e únicas para cada conta e serviço online

Outra prática que ajuda muito na proteção dos dados é a autenticação em dois fatores (2FA – Two Factor Authentication).

É muito importante usá-la sempre que possível, pois dessa forma adiciona-se uma camada extra de segurança e mesmo que – por algum motivo – não evite o golpe, vai causar muito mais trabalho para os golpistas.

Verificação de Sites

Esse ponto é fundamental para compras online: sempre verifique a autenticidade de sites antes de fornecer informações pessoais ou financeiras

Uma forma de realizar essa verificação é conferir se o endereço do site começa com “https://” e se há um ícone de cadeado na barra de endereço, pois esses são sinais que  indicam uma conexão segura e verificada pelos motores de busca.

Cuidado com E-mails Suspeitos

Fique atento a e-mails não solicitados, de alguma fonte que você não lembra de ter se cadastrado, ou que pareçam suspeitos e lembre-se de nunca clicar em links ou fazer download de anexos em e-mails que pareçam fraudulentos. 

Portanto, verifique sempre o remetente e o conteúdo com cuidado, afinal, além das informações pessoais – como o próprio email – os golpistas podem conseguir invadir até o dispositivo onde a ação está sendo realizada.

Não Compartilhe Informações Sigilosas

Evite fornecer informações pessoais, como números de cartão de crédito, senhas ou dados bancários, por telefone, e-mail ou canais pouco seguros.

Na verdade, esses dados devem ser fornecidos pessoalmente, e se necessário, por e-mail ou telefone, mas somente para empresas que são realmente confiáveis.

Atualize os seus Softwares

Mantenha seu sistema operacional, navegador e software de segurança sempre atualizados, para proteger-se contra vulnerabilidades conhecidas.

Uma das técnicas que muitos hackers utilizam é se infiltrar através de plugins que estão desatualizados. Se você ou sua empresa utilizam ferramentas que contam com extensões mantenha-os sempre atualizados, isso evita “portas abertas” para o golpe.

Verificação de Extratos e Transações

Essa prática é fundamental para evitar golpes que envolvem a clonagem de cartões.

Portanto, revise regularmente seus extratos bancários e as transações financeiras para identificar atividades não autorizadas ou suspeitas.

Desconfie de Ofertas Irresistíveis

Já ouviu aquele ditado “quando a esmola é alta o santo desconfia”? Pois é, sempre desconfie de ofertas que parecem muito boas para ser verdade, especialmente em investimentos e esquemas de retorno garantido. 

Não estamos dizendo para você nunca aproveitar um bom desconto, contudo, faça sempre uma boa pesquisa antes da aquisição e consulte fontes confiáveis antes de tomar decisões financeiras importantes.

Proteção de Dispositivos

Esse não precisa de muita explicação, não é mesmo? Seja no uso pessoal ou na empresa, sempre utilize soluções de segurança confiáveis, como antivírus e firewalls, em seus dispositivos para proteger-se contra malwares e vírus.

Alguns golpes serão evitados sem que você nem perceba que estava em risco!

Como denunciar fraude financeira?

Denunciar as fraudes financeiras é uma ação importante para proteger-se e ajudar a combater essas atividades ilegais. Por isso, aqui estão alguns passos gerais que você pode seguir para denunciar uma fraude financeira:

  • Entre em Contato com seu Banco ou Instituição Financeira: Notifique imediatamente seu banco ou instituição financeira sobre qualquer atividade suspeita em suas contas;
  • Registre um Boletim de Ocorrência: Vá até a delegacia de polícia mais próxima e registre um boletim de ocorrência descrevendo os detalhes da fraude. Isso cria um registro oficial da ocorrência;
  • Proteja Suas Contas: Se a fraude envolver suas contas online, altere suas senhas imediatamente. Isso ajuda a proteger suas informações pessoais;
  • Entre em Contato com Órgãos de Proteção ao Consumidor: Em muitos países, existem órgãos de proteção ao consumidor que lidam com reclamações relacionadas a fraudes financeiras. No Brasil, por exemplo, o Procon é um desses órgãos;
  • Use Plataformas de Denúncia Online: Em alguns casos, você pode usar plataformas online para denunciar fraudes. Por exemplo, o site da Polícia Federal ou de órgãos reguladores podem ter opções para relatar fraudes online;
  • Consulte um Advogado: Se necessário, consulte um advogado para obter orientação jurídica sobre as opções disponíveis para você.

Lembre-se, é crucial agir rapidamente ao detectar uma fraude financeira para minimizar os danos e ajudar nas investigações. Sempre mantenha um registro detalhado de todas as comunicações e transações relacionadas à fraude para referência futura.

Conclusão: A melhor defesa é a educação financeira

Se você chegou até aqui, com certeza já entende a relevância da educação financeira, por isso essa será a nossa dica final e mais importante: continue investindo tempo para se informar sobre as mais recentes táticas de golpes e fraudes financeiras do Brasil.

Quanto mais informado você estiver, melhor poderá proteger-se contra possíveis armadilhas.

Lembre-se de que a prevenção é a chave para evitar fraudes financeiras. Ou seja, adotar essas práticas e estar vigilante em relação às suas transações e informações financeiras ajudará a garantir a segurança de suas finanças e proteger seus ativos contra ameaças.

Por fim, se você busca aprofundar seu conhecimento acerca de fraudes no meio corporativo, te convido a ler o artigo a seguir: O que é controladoria? Qual seu papel na gestão de despesas corporativas.

Conteúdo sobre fraude financeira. Imagem com texto: Quer ver o sistema de cartões inteligentes da Payfy funcionando? Peça uma demonstração”.

Espero que esse conteúdo tenha sido útil, e até a próxima!


André Apollaro

Founder & CEO da Payfy

Publicações relacionadas

Produtos

Payfy é a solução de gastos para equipes com visão de futuro.

Aprenda

Conteúdos e guias gratuitos sobre gestão de gastos corporativos e como utilizar nossos softwares da melhor maneira.