Economize tempo e assuma o controle dos gastos

Mude para gestão de gastos empresariais mais inteligentes hoje mesmo

Links rápidos

Sustentabilidade financeira: como praticar os pilares na sua empresa

André Apollaro

Data de publicação: 19/12/2023

Sustentabilidade financeira- como praticar os pilares na sua empresa

O termo sustentabilidade financeira dá a ideia de algo que se mantém firme e forte durante um longo período de tempo. Em outras palavras, algo estável, que não se abala diante das circunstâncias.

Apesar dessa ideia geral, a maioria das pessoas não consegue explicar com clareza o que é a sustentabilidade financeira. Por isso, neste artigo vamos abordar tudo que você precisa saber sobre o assunto, para que a sua empresa também se mantenha firme e forte no mercado.

Vamos lá!?

O que é sustentabilidade financeira?

Sustentabilidade financeira é a capacidade de se manter forte, estável e consistente, com as finanças organizadas por um longo período de tempo.

Ou seja, é um outro nome para saúde financeira e um bom estado de conservação das finanças, mesmo diante de um fluxo alto de entradas e saídas. 

Assim, a sustentabilidade diz respeito não somente à habilidade de gerenciar uma empresa para se manter aberta em um dado momento, mas também a previsibilidade, o olhar para o futuro, para garantir que as operações continuem nos próximos meses e anos.

No caso, não devemos confundir a sustentabilidade das finanças com o cuidado com o meio ambiente (sustentabilidade ambiental).

Embora a proteção ao meio ambiente, muitas vezes também se converta em economia de recursos e em resultados que aumentam a sustentação financeira. 

Importância de praticar sustentabilidade financeira

importância de praticar sustentabilidade

A prática da sustentabilidade financeira é importante por vários motivos. 

Em primeiro lugar, ela ajuda a garantir a estabilidade financeira a longo prazo, tanto para indivíduos como para empresas e governos.

Isso, em termos simples, significa que ao gerenciar de forma responsável o dinheiro que temos, podemos reduzir o risco de enfrentar dificuldades financeiras no futuro.

Essa sustentabilidade se concentra em manter uma gestão financeira responsável e consciente, com equilíbrio entre os gastos e receitas. Sejam despesas comerciais, despesas administrativas, reembolso de despesas e mais.

Ainda, a sustentabilidade financeira ajuda a evitar a criação de dívidas excessivas e a manter a solidez financeira a longo prazo. Isso significa que organizações são capazes de se manterem financeiramente estáveis mesmo em períodos de crise econômica.

Por exemplo, uma empresa que busca a sustentabilidade financeira tem maior capacidade de investir em inovação e crescimento futuro, além de poder investir em ações e projetos específicos. 

Quais são os 4 pilares da sustentabilidade financeira?

Agora que conhecemos bem o conceito, vamos ver na prática como alcançar a tão sonhada sustentabilidade financeira. Para isso, vamos entender os 4 pilares necessários para “sustentar” suas finanças, que alguns chamam carinhosamente de os 4 Gs:

Gerar

Esse pilar representa os esforços da empresa em criar situações que geram receita e que agregam ganhos para a companhia.

Ou seja, é o conjunto de estratégias para desenvolver a lucratividade e levantar fundos que fundamentam a sustentabilidade e a continuidade das operações. 

Aqui, estamos falando de ações práticas, como abertura de novas unidades ou ingresso em um novo mercado. 

A depender do objetivo da empresa, pode ser necessário investir mais nesse quesito. Quanto mais receita for gerada, mais resultados serão alcançados. 

Gastar

A organização também deve entender como gastar melhor os seus recursos. Afinal, não adianta gerar receitas e ter possibilidades de aumentar a lucratividade se a empresa ainda não mantém um controle estrito dos seus gastos.

Então, é preciso contar com visibilidade, um organograma corporativo eficiente, com políticas claras de controle de despesas e com conscientização de todos.

Ter estratégias como o reembolso de gastos corporativos ou o cartão de crédito corporativo é uma boa ideia nesse sentido. É possível monitorar cada gasto e garantir o máximo de eficiência. 

Guardar

Também não há sustentabilidade sem economia de dinheiro. Por isso, outro G é de guardar.

É fundamental que a empresa saiba como economizar e poupar recursos para ter a possibilidade de se manter saudável em um momento mais apertado e difícil. O ideal é fechar todos os meses no verde, com um dinheiro sobrando para reinvestir. 

Ganhar

Esse último G significa o poder de receber dinheiro sem muito esforço.

É ter uma operação que funciona a favor da companhia e permite ganhar dinheiro por conta de outros investimentos e do próprio funcionamento das operações. 

Como praticar a sustentabilidade financeira?

como praticar sustentabilidade financeira

A sustentabilidade financeira pode virar uma realidade em sua empresa. É preciso apenas observar as práticas e estratégias mais indicadas para isso, como por exemplo: 

Gere riqueza

Primeiro, uma dica que está em consonância com o que falamos nos 4Gs. Busque estratégias para gerar fontes de riqueza e receita que garantam a sustentabilidade da empresa.

Ou seja, é essencial mapear oportunidades e traçar novas formas de manter o negócio lucrativo.

Crie um plano de sustentabilidade

Outra estratégia é a criação de um plano de sustentabilidade. Dessa forma, esse planejamento é uma forma de estruturar as abordagens em busca de sustentabilidade, com um norte a ser seguido para facilitar as ações. 

O plano deve ser usado para padronizar as práticas e assegurar que a empresa esteja indo pelo caminho certo. Deve constar nele: formas de gerar riqueza, política de controle de custos, etc.

Monitore indicadores

Outra importante recomendação é o acompanhamento de indicadores, como fluxo de caixa, rentabilidade e margem de lucro. Esses recursos possibilitam gerenciar melhor os gastos, as entradas e os objetivos da empresa, de modo a alavancar os resultados. 

Use um cartão corporativo 

Também vale citar a utilização de um cartão corporativo para controlar as despesas e gastos da empresa. 

Isso permite que as finanças sejam gerenciadas de maneira mais eficiente, evitando o desperdício de recursos financeiros. 

Além disso, um cartão corporativo pode ser configurado para limitar as despesas e estabelecer políticas de uso, contribuindo para uma gestão financeira mais sustentável.

A empresa consegue monitorar o uso de cada colaborador e gerar relatórios precisos para assegurar a conformidade com os registros contábeis. 

Tenha uma política de crédito 

Outra prática importante para a sustentabilidade financeira é estabelecer uma política de crédito responsável, que leve em consideração a capacidade de pagamento da empresa e evite a criação de dívidas excessivas. 

Isso pode ser alcançado estabelecendo limites de crédito e realizando análises de crédito periódicas. Assim, se obtém a garantia de que a empresa tenha recursos financeiros suficientes para manter suas atividades e investir em projetos de longo prazo. 

Uma política de crédito responsável também pode incluir a negociação de melhores condições de pagamento com fornecedores e a busca por alternativas mais sustentáveis e econômicas.

Conclusão: o sucesso deve ser sustentável

Em conclusão, a sustentabilidade financeira é fundamental para garantir a estabilidade econômica e o sucesso das empresas a longo prazo. 

Assim, praticar a gestão financeira de forma responsável e consciente contribui para evitar dívidas excessivas e garantir a continuidade das atividades econômicas, além de permitir o investimento em projetos de longo prazo.

Espero que esse post tenha sido útil e ajude seu negócio! Se você tem mais interesse sobre finanças, confira também nosso artigo: Eficiência Financeira: 5 estratégias simples para aumentá-la na sua empresa.

Até a próxima!


André Apollaro

Founder & CEO da Payfy

Publicações relacionadas

Produtos

Payfy é a solução de gastos para equipes com visão de futuro.

Aprenda

Conteúdos e guias gratuitos sobre gestão de gastos corporativos e como utilizar nossos softwares da melhor maneira.