Economize tempo e assuma o controle dos gastos

Mude para gestão de gastos empresariais mais inteligentes hoje mesmo

Links rápidos

Indicadores Financeiros: o que são e qual a sua finalidade para uma empresa

André Apollaro

Data de publicação: 23/06/2023

Indicadores Financeiros
Indicadores Financeiros

Os indicadores financeiros são ferramentas essenciais para avaliar o desempenho financeiro de uma empresa, pois ajudam a entender aspectos cruciais das finanças

Contudo é importante saber quais indicadores você deve analisar e como interpretar seus resultados é fundamental para tomar decisões financeiras mais informadas e eficazes. 

Portanto, neste artigo vou explorar:

  • O que são os indicadores financeiros;
  • Qual a sua finalidade;
  • Principais tipos de indicadores;
  • Como usá-los na sua empresa;
  • Exemplos práticos de uso dos indicadores financeiros.

Boa leitura!

O que são os indicadores financeiros?

Os indicadores financeiros são métricas numéricas que refletem a situação financeira de uma empresa e que ajudam a tornar a análise das finanças mais objetiva e coerente. 

Por isso os indicadores financeiros são ferramentas essenciais para avaliar a saúde financeira de uma empresa, pois eles ajudam a identificar problemas financeiros e a monitorar o desempenho financeiro da empresa ao longo do tempo.

Alguns exemplos de indicadores financeiros são o lucro líquido, a margem de lucro, o retorno sobre o patrimônio líquido, a liquidez corrente e a relação dívida/capital próprio.

Além disso, também são usados para comparar o desempenho financeiro de uma empresa com o de outras empresas do mesmo setor.

Qual a finalidade dos indicadores financeiros no mundo dos negócios?

Os indicadores financeiros são importantes para os empresários por diversas razões, sendo a principal a possibilidade de avaliar a saúde financeira de uma empresa.

Afinal, eles fornecem informações vitais para melhorar o seu desempenho e tomar decisões estratégicas com mais segurança e são usados por investidores e analistas para avaliar a atratividade de uma empresa como um investimento.

Além disso, os indicadores financeiros também são importantes para os funcionários de uma empresa, especialmente para aqueles que trabalham em finanças. 

Isso acontece pois esses indicadores trazem um panorama amplo da situação financeira da empresa e ajudam as equipes, tanto financeira quanto contábil, a tomar decisões informadas sobre investimentos e gastos.

Principais tipos de Indicadores Financeiros e como usá-los para avaliar o desempenho financeiro de uma empresa

A avaliação do desempenho financeiro de uma empresa é essencial para garantir a sua sobrevivência e crescimento em um mercado competitivo. 

Por isso existem várias categorias de indicadores financeiros, cada uma medindo aspectos diferentes da saúde financeira de uma empresa. Contudo, podemos separar os principais como: indicadores de liquidez, de rentabilidade, de endividamento e de eficiência.

Vamos lá?

Indicadores e Análise de Liquidez

Esses indicadores financeiros medem a capacidade da empresa de pagar suas dívidas de curto prazo. Eles incluem a:

  • liquidez corrente; e,
  • a liquidez imediata.

Portanto, uma empresa com alta liquidez é capaz de pagar suas obrigações em dia, o que é essencial para manter a confiança dos credores.

Além disso, uma boa liquidez também pode indicar que a empresa tem uma gestão financeira eficiente, já que é capaz de manter um equilíbrio saudável entre o fluxo de caixa e as obrigações financeiras.

Por outro lado, uma baixa liquidez pode indicar que a empresa está com dificuldades financeiras e pode ter problemas para pagar suas dívidas em dia, o que pode afetar a sua reputação e credibilidade no mercado.

O índice de liquidez corrente é calculado dividindo o ativo circulante pelo passivo circulante. Já o índice de liquidez imediata é calculado dividindo o ativo disponível pelo passivo circulante.

Indicadores e Análise de Rentabilidade 

Como o nome sugere, eles medem a capacidade da empresa de gerar lucro. Os exemplos incluem:

  • margem de lucro;
  • retorno sobre o patrimônio líquido.

Empresas mais rentáveis são mais atraentes para investidores e fornecedores de crédito. 

Além disso, uma boa rentabilidade também pode indicar que a empresa está utilizando seus recursos de forma eficiente e está gerando valor para seus acionistas.

Por outro lado, uma baixa rentabilidade pode indicar que a empresa está com problemas financeiros e pode ter dificuldades para atrair investidores e fornecedores de crédito.

A margem de lucro é calculada dividindo o lucro líquido pela receita total. Já o retorno sobre o patrimônio líquido é calculado dividindo o lucro líquido pelo patrimônio líquido. 

Indicadores e Análise de Endividamento 

Já esses indicadores medem a quantidade de dívida que a empresa tem em relação ao seu patrimônio líquido. Pode-se analisar então:

  • relação dívida/capital próprio e,
  • a relação dívida/ativos.

Uma empresa com alto endividamento pode ter dificuldades para obter novos empréstimos e pode precisar dedicar muitos recursos para pagar suas dívidas. 

Por outro lado, uma empresa com baixo endividamento pode ter mais facilidade para obter crédito e investir em novos projetos.

É importante lembrar que o endividamento não é necessariamente uma coisa ruim. Uma empresa pode utilizar o endividamento de forma estratégica para financiar novos projetos e crescer no mercado. 

No entanto, é importante que a empresa tenha uma gestão financeira eficiente e saiba equilibrar o endividamento com a geração de lucro.

A relação dívida/capital próprio é calculada dividindo a dívida total pelo capital próprio. Já a relação dívida/patrimônio líquido é calculada dividindo a dívida total pelo patrimônio líquido.

Indicadores e Análise de Eficiência Operacional

Este tipo de indicador financeiro mede a eficiência da empresa na utilização de seus recursos, no seu ciclo de caixa. Esse ciclo se refere ao tempo que a empresa leva para converter seus estoques em dinheiro. Portanto, são indicadores de eficiência:

  • rotatividade de estoque;
  • rotatividade de contas a receber.

Empresas mais eficientes conseguem gerar mais lucro com menos recursos. Além disso, uma boa eficiência operacional pode indicar que a empresa está utilizando seus recursos de forma inteligente e está gerando valor para seus clientes.

Por outro lado, uma baixa eficiência operacional pode indicar que a empresa está perdendo dinheiro em suas atividades de negócios e pode ter dificuldades para competir no mercado.

Ou seja, a análise dos indicadores financeiros é essencial para avaliar o desempenho financeiro da empresa, pois cada indicador oferece uma perspectiva diferente sobre a saúde financeira da empresa.

Consequentemente, isso ajuda os gestores a tomarem decisões mais informadas sobre o futuro do negócio

Tomada de decisões financeiras mais informadas com base nos indicadores

A tomada de decisões financeiras é uma das tarefas mais importantes de qualquer empresa. Dessa forma, para tomar decisões mais informadas, é fundamental conhecer e analisar os indicadores financeiros da empresa.

Alguns pontos que devem estar no dia a dia das suas equipes para que as decisões estejam sempre embasadas em dados atualizados:

Identifique pontos fortes e fracos da empresa

Uma análise cuidadosa dos indicadores financeiros permite que a empresa identifique os pontos fortes e fracos do negócio. 

Por exemplo, se a empresa tem um alto índice de liquidez, isso pode ser considerado um ponto forte, pois indica que a empresa tem recursos financeiros suficientes para pagar suas dívidas. 

Por outro lado, se a empresa tem um alto índice de endividamento, isso pode ser considerado um ponto fraco, pois indica que a empresa está dependendo muito de empréstimos para financiar suas atividades.

Logo, ao conhecer os pontos fortes, a empresa pode aproveitá-los para crescer e obter sucesso. Já ao reconhecer os pontos fracos, pode planejar estratégias para superá-los.

Estabeleça metas e objetivos financeiros

Com base nos resultados da análise dos indicadores, dos seus pontos fortes e fracos, a empresa pode estabelecer metas e objetivos financeiros realistas e ambiciosos, e que ajudam a aumentar a rentabilidade e melhorar a saúde financeira do seu negócio.

Por exemplo, se a análise dos indicadores financeiros indica que a empresa está com baixa rentabilidade, a empresa pode estabelecer uma meta de aumentar a margem de lucro em um determinado período de tempo. 

Para alcançar essa meta, a empresa pode implementar estratégias como:

  • redução de custos;
  • aumento de preços;
  • lançamento de novos produtos.

Monitore e ajuste as estratégias financeiras

Os indicadores financeiros são uma excelente ferramenta de monitoramento de estratégias financeiras, pois a análise desses indicadores ajuda a avaliar se as estratégias em vigor estão funcionando ou se precisam ser adaptadas para melhorar o desempenho financeiro.

Por exemplo, se a empresa implementou uma estratégia de redução de custos para aumentar a rentabilidade, a análise dos indicadores financeiros pode mostrar se essa estratégia está funcionando ou se é necessário fazer ajustes. 

Caso a estratégia não esteja funcionando, a empresa pode tomar medidas para corrigir o curso, como:

  • buscar novas formas de reduzir custos;
  • mudar a estratégia completamente.

Exemplos práticos de aplicação de indicadores financeiros

Estudo de caso: análise de uma empresa fictícia

Nesta empresa fictícia, existe um índice de liquidez corrente de 1,5, o que significa que ela tem ativos de curto prazo suficientes para cobrir suas dívidas a curto prazo. 

Seu retorno sobre o patrimônio líquido é de 15%, o que é considerado satisfatório para a indústria em que atua. 

A relação dívida/capital próprio da empresa é de 0,5, o que mostra que ela tem uma quantidade razoável de dívida em relação aos investimentos dos sócios. 

Sua eficiência operacional é medida pelo giro do ativo, que está em 2, significando que a empresa está conseguindo gerar 2 reais de lucro para cada real investido em ativos. 

Com base nos resultados, a empresa parece ter uma boa saúde financeira e boas perspectivas de futuro.

A empresa fictícia em questão é do ramo alimentício, especificamente no setor de produção de alimentos congelados. 

Portanto, com o aumento da demanda por praticidade e rapidez na hora de cozinhar, a empresa tem investido em tecnologia e inovação para oferecer produtos de qualidade e praticidade aos seus clientes. 

Além disso, a empresa tem uma forte presença no mercado nacional, com distribuição em diversos estados brasileiros e tem investido em sustentabilidade:

  • utilizando fontes de energia renováveis em suas fábricas; e,
  • adotando práticas de reciclagem e reutilização de materiais. 

Dessa forma, essas iniciativas têm ajudado a reduzir os custos operacionais da empresa e a torná-la mais competitiva no mercado.

Comparação entre diferentes setores e empresas

Os indicadores financeiros também podem ser usados para comparar diferentes setores e empresas. 

Por exemplo, um índice de liquidez corrente considerado desejável em uma empresa de manufatura pode não ser o mesmo em uma empresa de serviços. 

Portanto, com a comparação dos indicadores financeiros, é possível avaliar o desempenho de empresas de diferentes setores em relação aos padrões da indústria.

Voltando a exemplo da empresa fictícia, o setor de alimentos congelados, ela apresenta um índice de liquidez corrente acima da média, o que mostra sua solidez financeira. 

Além disso, seu retorno sobre o patrimônio líquido é considerado satisfatório em relação aos padrões da indústria. Por isso, comparando com outras empresas do mesmo setor, a empresa tem se destacado pela qualidade de seus produtos e pela eficiência em sua cadeia produtiva.

Já em relação a empresas de outros setores, a comparação pode ser mais complexa, já que cada nicho apresenta diferentes necessidades e desafios financeiros. 

Contudo, através da análise dos indicadores financeiros, é possível avaliar o desempenho de empresas de diferentes setores em relação aos padrões da indústria e também identificar oportunidades de melhoria em sua gestão financeira.

Conclusão: A importância de dominar os indicadores financeiros para o sucesso empresarial

Ao dominar os indicadores financeiros e saber como interpretá-los, os empresários podem tomar decisões financeiras mais embasadas e maximizar o sucesso de seus negócios. 

É importante estar sempre atualizado com as tendências e mudanças na indústria, aprimorando continuamente as habilidades financeiras e mantendo-se em dia com os dados financeiros da empresa.

Além disso, os indicadores financeiros podem ajudar a identificar problemas financeiros potenciais antes que eles se tornem grandes demais para serem resolvidos. 

Afinal, empresas que não gerenciam suas finanças corretamente podem acabar falindo, mesmo que ofereçam produtos ou serviços excelentes.

Por exemplo, se o indicador de fluxo de caixa estiver mostrando uma tendência negativa, a empresa pode tomar medidas para aumentar a receita ou reduzir as despesas antes que a situação se torne crítica.

Contudo, para ter sucesso nos negócios, é preciso ter habilidades em outras áreas, como marketing, gestão de recursos humanos e desenvolvimento de produtos.

imagem com texto: “Quer ver o sistema de cartões inteligentes da Payfy funcionando? Peça uma demonstração”. Indicadores Financeiros

Até a próxima!

André Apollaro

Founder & CEO da Payfy

Publicações relacionadas

Produtos

Payfy é a solução de gastos para equipes com visão de futuro.

Aprenda

Conteúdos e guias gratuitos sobre gestão de gastos corporativos e como utilizar nossos softwares da melhor maneira.