Economize tempo e assuma o controle dos gastos

Mude para gestão de gastos empresariais mais inteligentes hoje mesmo

Links rápidos

Budget e Forecast: o guia completo para o controle financeiro

André Apollaro

Data de publicação: 27/11/2023

Budget e Forecast - o que é
Budget e Forecast - o que é

O budget e o forecast são duas ferramentas essenciais na gestão financeira de empresas e organizações. Ambos desempenham papéis distintos, mas complementares, no planejamento e controle das finanças.

Enquanto o budget estabelece as metas financeiras, o forecast fornece uma visão mais atualizada das expectativas futuras, ajudando na tomada de decisões e no ajuste de estratégias.

Logo, ao complementar o planejamento de longo prazo com a flexibilidade das previsões atualizadas, as empresas tomam decisões mais informadas e otimizam o uso dos seus recursos.

Ou seja, no cenário empresarial em constante evolução, o budget e o forecast se tornam ferramentas indispensáveis para garantir a sustentabilidade financeira e o sucesso organizacional.

Pensando nisso, vamos abordar o que esses conceitos significam (para você nunca mais esquecer!), a diferença entre eles e como usá-los na sua empresa. 

Vamos lá?

O que é um Budget?

Então, budget é o nome que damos para um plano financeiro detalhado em um determinado período de tempo, geralmente um ano ou semestre. 

Como você já deve imaginar, a palavra budget vem do inglês, e quer dizer literalmente “orçamento”.  

Assim, ele é um instrumento de gestão que estabelece metas de receitas e despesas para uma organização, empresa, projeto ou até mesmo para um indivíduo. 

Ou seja, o budget representa o orçamento previsto por qualquer atividade durante um período de tempo pré-determinado. 

Portanto, o budget serve para prever e controlar o fluxo de dinheiro, e permite tomar decisões informadas sobre como alocar os recursos financeiros da empresa.

Além disso, ele baseia-se em estimativas e projeções, levando em consideração as receitas esperadas e as despesas planejadas, como:

  • vendas;
  • custos operacionais;
  • despesas;
  • investimentos;
  • pagamento de dívidas;
  • entre outros.

Dessa forma, um budget geralmente será elaborado com base nos dados históricos, análises de tendências, previsões de mercado e objetivos estratégicos da organização em questão.

Ele pode ser revisado e ajustado ao longo do período em que é válido, para refletir mudanças nas circunstâncias financeiras e garantir que os recursos sejam utilizados da forma mais eficiente possível. É aqui que entra o forecast!

O que é um Forecast?

O forecast é uma estimativa ou previsão futura baseada em informações e dados disponíveis no presente. Essa palavra também vem do inglês, e pode ser traduzida como “previsão”.

Assim, o forecast é uma ferramenta usada em diversos contextos, como:

  • finanças;
  • economia;
  • gestão de projetos;
  • meteorologia (forecast é também a “previsão do tempo” em inglês);
  • e outras áreas em que seja necessário antecipar eventos ou resultados futuros.

De qualquer forma, no âmbito empresarial, o forecast é um componente fundamental do processo de planejamento e controle financeiros. 

Assim como o budget, ele também envolve a projeção de receitas, despesas, lucros, fluxo de caixa ou outros indicadores financeiros para um período futuro específico.

Além disso, essa “previsão”, também utiliza informações históricas, tendências, análises de mercado e outras variáveis relevantes. 

Mas então, 

Qual a diferença entre Budget e Forecast?

Budget e Forecast - qual a diferença

Pois bem, como vimos, o budget e o forecast são métodos de controle financeiro parecidos e complementares, porém distintos.  

Ou seja, essas duas projeções são utilizadas em conjunto, dessa forma, as previsões e ajustes orçamentários são mais fluidos e construtivos, evitando que a organização precise improvisar soluções toda vez que algo sair do planejado.

Assim, o que as empresas costumam fazer é:

  • em primeiro lugar, é preciso elaborar o budget (orçamento) anual ou semestral;
  • então em paralelo, a equipe financeira deve realizar o forecast (previsão) mensalmente em cima dos dados do budget;
  • Através do forecast mensal, o time acompanha o budget e, se necessário, ajusta-o de perto, levando em consideração imprevistos e mudanças de cenário.

Em outras palavras, o forecast (previsão) auxilia na revisão do orçamento, permitindo que gestores e executivos tenham uma visão mais clara do budget (orçamento) ajustado ao longo do tempo e possam se preparar adequadamente.

Além disso, é importante ressaltar que o forecast também é uma estimativa e não uma certeza absoluta. Ele está sujeito a incertezas e mudanças nas circunstâncias que podem afetar os resultados esperados.

Portanto, o mais comum é revisar e atualizar o forecast mensal à medida que aparecem novas informações da empresa, do mercado e o horizonte temporal se aproxima.

Budget e Forecast na prática

Agora que você já domina estes conceitos, vamos considerar um exemplo simplificado para ilustrar como o budget anual se ajusta com base no forecast mensal.

Budget Anual

Suponha que uma empresa estabeleça um budget anual com uma meta de receita total de R$1.200.000, distribuída igualmente ao longo dos 12 meses do ano, ou seja, R$100.000 por mês.

Receita total anual = R$ 1.200.000

Receita mensal = Receita anual / 12 meses = R$ 100.000 / mês

Forecast Mensal

Após o primeiro trimestre do ano, a empresa realiza uma revisão do forecast mensal com base nos resultados e informações mais recentes. Agora, suponha que o forecast mensal para o próximo trimestre indica uma desaceleração nas vendas.

Receita trimestral do budget = R$ 100.000 / mês * 3 meses = R$ 300.000

Receita trimestral do forecast = R$ 250.000

Ou seja, no forecast mensal estimou-se que as receitas do segundo trimestre serão de R$ 250.000, em vez dos R$ 300.000 inicialmente planejados no budget anual.

Budget Ajustado pelo Forecast

Com base nessa nova estimativa, a empresa precisa ajustar o budget anual. Os meses restantes do ano terão que absorver esse corte de R$ 50.000 para alcançar a meta anual revisada.

Uma abordagem comum para fazer esse ajuste é redistribuir a diferença de R$ 50.000 nos meses restantes, de forma a equilibrar a meta anual revisada. Por exemplo:

  • No segundo trimestre, o forecast prevê R$ 250.000 em receitas. Portanto, para atingir a meta anual revisada, o orçamento mensal do segundo trimestre será de R$ 83.333 (R$ 250.000 divididos por 3 meses).
  • Nos meses subsequentes (terceiro e quarto trimestres), se as vendas voltarem ao normal, o orçamento mensal será de R$ 100.000 novamente, para equilibrar a meta anual revisada.

Dessa forma, ajusta-se o budget anual com base no forecast mensal para refletir as novas projeções e garantir que as metas sejam realistas e alcançáveis diante das circunstâncias atuais.

Conclusão

É importante enfatizar que esse é apenas um exemplo simplificado para ilustrar o conceito

Na prática, o processo de ajuste do budget anual com base no forecast mensal é mais complexo e envolve uma análise detalhada de diversas variáveis e fatores relevantes para a empresa.

Um dos pontos mais relevantes de análise financeira da empresa é a gestão de despesas corporativas. 

Além da intensa busca por otimização dos processos (como reembolso ou adiantamento), o bom acompanhamento dessas despesas ajuda a manter o budget e forecast em dia.

Por isso, desenvolvi um conteúdo só sobre  o cartão corporativo, como ele funciona, tipos de cartão disponíveis e como ele pode transformar a gestão de despesas da sua empresa. Não deixe de conferir!

Até a próxima!


André Apollaro

Founder & CEO da Payfy

Publicações relacionadas

Produtos

Payfy é a solução de gastos para equipes com visão de futuro.

Aprenda

Conteúdos e guias gratuitos sobre gestão de gastos corporativos e como utilizar nossos softwares da melhor maneira.