Economize tempo e assuma o controle dos gastos

Mude para gestão de gastos empresariais mais inteligentes hoje mesmo

Links rápidos

Balancete: O que é e para que serve na contabilidade empresarial

André Apollaro

Data de publicação: 23/11/2023

Balancete
Balancete

O balancete é uma ferramenta essencial para o controle financeiro de uma empresa. 

Ele é um relatório que apresenta o saldo de todas as contas contábeis em um determinado período, geralmente mensal ou trimestral. 

O objetivo de se fazer um balancete é mostrar a posição patrimonial da empresa em um determinado momento, ou seja, quanto a empresa possui em ativos e quanto deve em passivos.

Por isso, nesse post vamos abordar tudo que você precisa saber sobre o balancete e como ele funciona na contabilidade de uma empresa.

Afinal, o que é um balancete?

O balancete é um documento que apresenta todas as informações contábeis de uma empresa em um determinado período de tempo. Ou seja, é um demonstrativo contábil que apresenta o saldo total e individual das contas de uma empresa em um determinado período. 

O balancete teve sua origem na contabilidade como uma forma de apresentar a posição financeira de uma empresa. Mas com o passar do tempo, ele evoluiu e se tornou um relatório gerencial, utilizado pelos gestores para auxiliar no processo de tomada de decisão.

Atualmente, o balancete é uma ferramenta essencial para a gestão financeira de uma empresa, permitindo que os gestores tenham uma visão clara e objetiva da situação financeira da empresa.

Diferença entre Balancete e Balanço Patrimonial

Embora o balancete e o balanço patrimonial sejam relatórios financeiros importantes para a gestão de uma empresa, existem diferenças significativas entre eles.

O balancete é um relatório contábil que apresenta o saldo das contas em um determinado período. Ele é utilizado principalmente para:

  • verificar se as entradas e saídas financeiras estão equilibradas e para identificar possíveis erros contábeis;
  • analisar a saúde financeira da empresa;
  • auxiliar os gestores na tomada de decisões importantes – baseadas em informações financeiras precisas.

Já o balanço patrimonial, é um demonstrativo financeiro que apresenta a situação patrimonial da empresa em um determinado momento. 

Ele apresenta o ativo, o passivo e o patrimônio líquido da empresa, permitindo que os gestores tenham uma visão completa da situação financeira da empresa em um determinado momento.

Em resumo, enquanto o Balancete apresenta as informações contábeis, o Balanço Patrimonial apresenta a situação financeira da empresa.

Balancete

Como o balancete é utilizado na contabilidade empresarial?

O balancete é uma ferramenta essencial na contabilidade empresarial, pois permite que os contadores verifiquem a posição financeira de uma empresa e façam ajustes necessários para garantir que as informações financeiras estão corretas.

Além disso, o balancete é utilizado para auxiliar na tomada de decisões financeiras, pois fornece informações importantes sobre o desempenho financeiro da empresa, como o nível de endividamento e a rentabilidade dos investimentos.

Estrutura do balancete

O balancete é composto por duas colunas, sendo uma para as contas de débito e outra para as contas de crédito. 

Então dentro de cada conta (débito ou crédito), existe uma coluna onde é registrado o saldo total das movimentações feitas no período.

Logo, essa estrutura permite que os contadores identifiquem rapidamente os saldos de cada conta, permitindo a análise rápida da posição financeira da empresa de maneira eficiente.

Classificação das contas no balancete

As contas no balancete são classificadas em três categorias

  1. ativos;
  2. passivos;
  3. patrimônio líquido.

Os ativos representam o que a empresa possui, como caixa, bancos e contas a receber; por outro lado, os passivos representam o que a empresa deve, como empréstimos e contas a pagar. 

Já o patrimônio líquido é a diferença entre os ativos e os passivos, ou seja, o valor que sobra para os proprietários da empresa após o pagamento de todas as obrigações.

Essa classificação também é importante para que os contadores possam analisar a posição financeira da empresa de maneira mais clara e objetiva.

Processo de elaboração do balancete

O processo de elaboração do balancete envolve as etapas mencionadas anteriormente:  coleta e organização de todas as informações financeiras da empresa. 

Então depois dessa etapa, é necessário classificar as contas nas categorias corretas e registrar o saldo das contas em cada coluna correspondente.

É importante que esse processo seja feito com precisão e atenção aos detalhes, para garantir que as informações financeiras estejam corretas e que o balancete seja uma ferramenta confiável para a tomada de decisões financeiras. 

Se você ainda está com dúvidas, fique tranquilo(a), vamos fazer um exemplo a seguir!

Exemplo prático de um balancete

Vamos analisar abaixo um exemplo na prática do Balancete. Começamos então a coleta e organização das informações financeiras desta empresa fictícia:

  1. Ativo
    • Circulante
      • Caixa: R$ 5.000,00
      • Bancos: R$ 15.000,00
      • Contas a receber: R$ 10.000,00
    • Não Circulante
      • Imobilizado: R$ 100.000,00
  1. Passivo
    • Circulante
      • Fornecedores: R$ 7.000,00
      • Empréstimos: R$ 20.000,00
    • Não Circulante
      • Empréstimos a Longo Prazo: R$ 30.000,00

3. Patrimônio Líquido

  • Capital Social: R$ 63.000,00

Nesse exemplo, podemos observar que a empresa possui um saldo positivo de R$ 105.000,00 em ativos e um saldo negativo de R$ 57.000,00 em passivos. 

Isso significa que a empresa está financeiramente saudável e possui um patrimônio líquido de R$ 63.000,00.

No entanto, é importante lembrar que o balancete é uma ferramenta dinâmica e que deve ser atualizada regularmente para refletir a posição financeira atual da empresa.

A importância do balancete para o controle financeiro

O balancete é uma ferramenta essencial para o controle financeiro de uma empresa, pois permite que os gestores analisem a posição da empresa em um determinado período e identifiquem possíveis erros ou inconsistências nas informações financeiras.

Além disso, o balancete é uma ferramenta que fornece informações importantes sobre a situação financeira da empresa, permitindo que os gestores tomem decisões mais informadas e baseadas em dados concretos.

Isso é especialmente importante em um ambiente de negócios cada vez mais competitivo, onde a capacidade de tomar decisões rápidas e precisas é fundamental para o sucesso.

Balancete

Análise das informações financeiras

O balancete permite uma análise minuciosa da situação financeira da empresa. Através dele, é possível olhar para a saúde financeira da empresa, identificar possíveis problemas e planejar estratégias para solucioná-los.

Por exemplo, se o balancete mostrar que a empresa está com um alto nível de endividamento, os gestores podem tomar medidas para reduzir essa dívida, como renegociar empréstimos ou cortar despesas desnecessárias. 

Por outro lado, se o balancete mostrar que a empresa está com um bom fluxo de caixa, os gestores podem considerar investir em novos projetos ou expandir as operações da empresa.

Identificação de erros e inconsistências

O balancete é uma ferramenta importante para identificar possíveis erros ou inconsistências nas informações financeiras da empresa. Com ele, os gestores podem analisar se todas as contas estão sendo registradas corretamente, e fazer ajustes necessários caso contrário.

Por exemplo, se o balancete mostrar que uma determinada conta está com um saldo incorreto, os gestores podem investigar a causa desse erro e corrigi-lo antes que ele cause problemas maiores no futuro.

Tomada de decisões baseada no balancete

O balancete é uma ferramenta utilizada pelos gestores para tomada de decisões importantes, pois ele permite verificar se a empresa está em uma situação favorável para investimentos, ou se é necessário tomar medidas para reduzir a dívida.

Por exemplo, se o balancete mostrar que a empresa está com um alto nível de endividamento, os gestores podem decidir reduzir os investimentos em novos projetos e concentrar-se em pagar as dívidas existentes. 

Por outro lado, se o balancete mostrar que a empresa está com um fluxo de caixa bom e uma posição financeira sólida, os gestores podem considerar investir em novas oportunidades de negócios.

Acompanhamento do desempenho financeiro da empresa

O balancete é uma ferramenta que permite o acompanhamento do desempenho financeiro da empresa ao longo do tempo

Dessa forma é possível verificar se a empresa está crescendo, ou se está enfrentando dificuldades financeiras e precisa tomar medidas emergenciais.

Por exemplo, se o balancete mostrar que a empresa está com um alto nível de endividamento e um fluxo de caixa negativo, os gestores podem tomar medidas imediatas para reduzir as despesas e aumentar as receitas, a fim de evitar problemas mais graves no futuro.

Limitações e desafios na utilização

Apesar das limitações, o balancete continua sendo uma ferramenta valiosa para a gestão financeira empresarial, contudo é importante saber que:

  • O balancete não leva em consideração outros fatores importantes para a gestão financeira, como a inflação e o contexto econômico do país;
  • Os dados podem estar sujeitos a interpretações errôneas, caso os gestores não possuam conhecimentos contábeis suficientes;
  • O balancete exige um registro preciso e organizado das informações financeiras, o que pode ser um desafio para empresas de menor porte.

Portanto, ao utilizá-lo é importante contar com com outras ferramentas e estratégias de gestão financeira em conjunto, dessa forma os gestores podem obter uma visão mais completa e precisa do desempenho financeiro da empresa.

Conclusão: A importância de atualização constante

Para que o balancete seja uma ferramenta eficiente para a gestão financeira empresarial é preciso que ele seja atualizado constantemente. 

Isso significa que os gestores devem fazer registros precisos e organizados das informações financeiras da empresa, e atualizar o balancete de forma periódica: geralmente mensal ou trimestral. 

Essa prática garante que os dados estejam corretos e confiáveis e ajuda para que a tomada de decisões seja baseada em informações atualizadas. Em resumo, o balancete é uma ferramenta essencial para a gestão financeira empresarial.

Tendo um bom controle das finanças diárias e se utilizado corretamente, o balancete pode ajudar os diretores na tomada de decisões informadas e melhorar a eficiência da gestão financeira da empresa.

Portanto, para te ajudar ainda mais no controle financeiro, separei um artigo sobre o uso do cartão para contabilidade nos negócios. Te espero lá! 

Até a próxima!

Balancete

André Apollaro

Founder & CEO da Payfy

Publicações relacionadas

plugins premium WordPress

Aprenda

Conteúdos e guias gratuitos sobre gestão de gastos corporativos e como utilizar nossos softwares da melhor maneira.